arrogante ou metido?

Um outro risco presente nesse trabalho de produzir cenários é o de ser etiquetado como “arrogante”.  É lógico: este sujeito que não conhece a minha organização nem o meu trabalho se diz um consultor que vai me trazer novidades sobre a minha própria área que me farão mudar minha estratégia de abordar o meu mercado??? é muita arrogância!!!

Entramos no mais íntimo e poderoso dos símbolos presentes na nossa vida moderna (depois do sexo): o trabalho, e já vamos nos colocando como alguém que, de fora, vai poder trazer soluções infalíveis e que nunca antes foram imaginadas por este bando de incompetentes cegos que aqui estão. Realmente, a vida de um consultor de cenários é penosa e cheia de riscos.

Claro, tem aqueles que realmente acham que sabem mais que os outros e que o cliente está fazendo tudo errado – estes são os metidos. Mas mesmo que isso seja verdade, o cliente jamais verá assim, pelas razões que já discutimos em blogs anteriores: as pessoas vêem o que querem ver. Então sendo metido ou simplesmente arrogante, você sempre será visto como um pulha enganador.

Qual o antídoto? Eu tenho sido claro desde o início: eu não tenho nada com a sua empresa, não me interessa se você vai bem ou mal, eu não quero participação nos lucros (se bem que vou ficar de olho no valor de suas açãoes) e a responsabilidade da tomada de decisões é sua. Quem mandou ser dono desta joça? O que eu vou fazer é mostrar o seu relógio na hora que você me perguntar se é cedo ou tarde (mais sobre essa piada velha num blog futuro).

Mas eu garanto uma coisa: vou te mostrar o seu relógio de tantas maneiras diferentes que você vai realmente entender a razão de sua dúvida sobre o cedo e o tarde, e terá que enfrentar aquilo que não quer saber sobre o que se segue nesse rolar de dígitos de centésimos de segundos, segundos, horas e dias e entender o que isso significa pra poder tomar uma decisão. Não vai ser fácil. E vai ser caro. No começo vai doer, mas talvez você, no futuro, agradeça a esta oportunidade de ter refletido sobre a sua decisão.

Ou não.

Será que é por isso que a minha carteira de projetos anda baixa?

RR